Paróquia Sagrado Coração de Jesus
Paulínia/SP - Arquidiocese de Campinas
Sempre de portas e coração abertos para acolher
Igreja Matriz - Missa 60 anos
  Igreja Matriz - Missa 60 anos  

  



Notícias


Um dia com Maria - 27/8/2018


Movimento Mãe Rainha: Um dia com Maria




Foto: Movimento Mãe Rainha    Clique na imagem para ampliar

 

 

 

 

Movimento Mãe Rainha: Um dia com Maria

Movimento Mãe Rainha: Um Dia com Maria

    Missionários e famílias que recebem a Mãe Peregrina do Movimento da Mãe Rainha participaram hoje de “Um Dia com Maria” organizado pela Arquidiocese de Campinas, na escola Salesiana São José!

Onde tiveram formação, adoração ao Santíssimo, Missa celebrada pelo Padre Amaury e benção das Capelinhas

 

O Movimento em Paulínia

    O Movimento da Mãe Rainha em Paulínia conta com 400 missionários na cidade, e cada missionário tem aproximadamente 30 famílias que recebem em casa a Mãe Peregrina!

    Os missionários zelam por essas capelinhas e praticam a missionariedade nessas famílias que recebem a Mãe Peregrina!

    Em todas as paróquias da cidade mensalmente são celebradas na  missa a renovação da aliança de amor com a Mãe de Deus, com a participação dos missionários e famílias que recebem a Mãe Peregrina.

    Além da Mãe Peregrina visitar as famílias nas residências,  ela, através dos missionários, também visita os enfermos em casa, hospitais e casas de repouso!

    E também os comércios da cidade!

    Há também um belo trabalho realizado pelos Missionários Mirins, chamados de Infanto Juvenil, zelando pelas capelinhas que visitam as casas dos catequizandos onde uma criança a leva pra casa e fica a semana toda com ela!

    Quem quiser ser um missionário da Mãe Peregrina ou receber em casa a capelinha, pode procurar o responsável pelo movimento da Mãe Rainha em qualquer das 3 paróquias da cidade, ou entre em contato conosco (email ou mensagem no face) que indicaremos um missionário para contatá-lo!
 

História:

O início de uma forte devoção

A devoção a Nossa Senhora de Schoenstatt iniciou no dia 18 de outubro de 1914, quando o padre José Kentenich, ao ministrar uma palestra para os alunos do Seminário de Schoenstatt, na Alemanha. Recebendo a inspiração divina, ele convidou os alunos para rezarem a Maria e oferecerem sacrifícios a ela, principalmente pela educação. O pedido era para que a pequena capela da Congregação, na época consagrada a São Miguel, virasse um Santuário de graças, centro de um movimento de renovação que, mais tarde, se espalharia pelo mundo todo. Assim, a capelinha estaria destinada a se transformar em um lugar onde as glórias de Nossa Senhora se manifestariam, principalmente seus feitos como Educadora. O objetivo é a educação de um homem novo e a construção de uma nova sociedade.

Significado do nome

Schoenstatt (que significa Belo Lugar) faz parte da cidade de Vallendar, perto de Coblença, situada na margem do Rio Reno, na Alemanha.

Os títulos da Mãe e Rainha

Na capelinha de São Miguel, que virou um santuário mariano, a imagem de Maria é uma cópia do quadro original que foi pintado pelo pintor italiano Crosio, do século XIX. No ano de 1915, a Virgem foi intitulada como “Mãe Três Vezes Admirável”. Título que, no decorrer da história, foi ampliado para “Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt”, e no Brasil, conhecida pelo título: “Mãe e Rainha”

A tradição das capelinhas

Inúmeras réplicas da capelinha de Nossa Senhora Três Vezes Admirável de Schoenstatt percorrem as casas dos fiéis e existem milhares relatos de graças alcançadas por quem a recebe em casa ou peregrina aos santuários de Nossa Senhora de Schoenstatt espalhados pelo mundo. A Mãe e Rainha concede para aqueles que a visitam nos santuários a tríplice graça: a graça da transformação interior, a graça do abrigo espiritual, e a da fecundidade apostólica.

A imagem

A pintura original de Nossa Senhora Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt foi intitulada “Refugium Peccatorum”, que significa Refúgio dos pecadores. Nela, podemos ver Nossa Senhora muito unida com o Menino Jesus segurando Ele com as duas mãos. Com a mão direita ela segura o braço do Menino, apresentando Ele ao mundo e a Deus, e com a esquerda ela O abraça junto a ela.

A coroa na imagem

A coroação de Nossa Senhora Três Vezes Admirável de Schoenstatt tem uma longa história. Durante a II Guerra Mundial, em meados de 1939, o padre José Kentenich coroou a imagem no Santuário de Schoenstatt. Esse fato deu início a uma corrente de coroações na Obra de Schoenstatt.

A coroação no Brasil

A coroação da Peregrina Original se deu no dia 10 de setembro de 1955, quando a Campanha pela coroação no Brasil fazia 5 anos. O Sr. João Luiz Pozzobon, que iniciou a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, junto às crianças da Escola Humberto de Campos, da cidade de Santa Maria, situada no Rio Grande do Sul, foram os responsáveis pela conquista da coroa. Mais tardem, em 2000, todas as imagens peregrinas receberam uma réplica da coroa que a imagem original recebeu em 1939.

Oração à Mãe e Rainha

“Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável. Mostra-Te Mãe na minha vida. Toma-me nos Teus braços, toda vez que sou frágil. Mostra-Te Rainha e faz do meu coração o Teu trono. Reina em tudo o que eu fizer. Eu Te corôo como Rainha dos meus empreendimentos, dos meus sonhos e dos meus esforços. Mostra-Te vencedora no meu dia a dia, esmagando a cabeça da serpente do mau, nas tentações que me afligem. Vence em mim o egoísmo, a falta de perdão, a impaciência, a falta de fé, de esperança e de amor. Tu és Três Vezes Admirável. Eu sou mil vezes miserável. Converte-me Mãe, para a glória de Teu Filho Jesus. Amém.

 

Fonte: https://cruzterrasanta.com.br/historia-de-mae-rainha/464/102/#c

Fonte: Movimento Mãe Rainha




Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria
Um Dia com Maria


Destaques





Mais notícias

20/09/18 - Artigo: Setembro Amarelo 
13/09/18 - Artigo: Coitadinhos 
06/09/18 - Artigo: Medidas preventivas 
29/08/18 - Artigo: Honestidade 
27/08/18 - Festival da Pizza: Agradecimentos 
27/08/18 - Movimento Mãe Rainha: Um dia com Maria 
25/08/18 - 4° Domingo: Vocações Leigas - Dia dos Ministérios Leigos 
24/08/18 - Momento de Espiritualidade 
23/08/18 - Noite Italiana 
23/08/18 - Artigo: Quem deve usufruir da LIBERDADE 
22/08/18 - Comunidade Santa Teresinha: Festa Padroeira 
22/08/18 - Momento de Espiritualidade 
22/08/18 - Catecumenato Adultos: 20 catequizandos recebem Sacramentos 
20/08/18 - Apostolado da Oração: Chá Beneficente 
20/08/18 - Resumo Semana da Família 2018 
19/08/18 - Catequese: Visita Santuário Mãe Rainha 
17/08/18 - 3° Domingo: Vocação à vida consagrada 
16/08/18 - Padre Paulo: 20 anos de Ordenação Sacerdotal 
16/08/18 - Artigo: Segurança Pública em Paulínia: Um modelo pioneiro 
14/08/18 - Catequese: Confraternização dia dos pais 
10/08/18 - 2° Domingo: Vocação Familiar 
09/08/18 - Artigo: Devemos mudar nossa lei penal? 
06/08/18 - 21 casais participaram da preparação para o Matrimônio 
05/08/18 - Agosto, o mês das vocações 
04/08/18 - 04 de agosto: dia do Padre 
03/08/18 - Semana da Família 2018: Programação 
03/08/18 - Igreja no Brasil defende posição na luta contra o aborto 
02/08/18 - Artigo: Cidadão, nosso maior colaborador é você! 
27/07/18 - Artigo: Suicídios 
20/07/18 - Artigo: Prevenção Primária